Na última quinta-feira, 18, a 12ª Subseção da OAB-SP, por meio das Comissões de Direito Criminal, da Mulher Advogada e Direitos Humanos, fez uma visita à Penitenciária Feminina da cidade de Guariba, um dos maiores e mais importantes centros penitenciários voltado ao encarceramento de mulheres do Estado de São Paulo, o qual, inclusive, absorve boa parcela das mulheres presas nas cidades que compõem a delimitação geográfica da subseção e toda a região.

A visita foi gentilmente franqueada pelo Juiz Corregedor da unidade, Dr. Hélio Benedini Ravagnani, vinculado ao Deecrim da 6ª Região, pela Diretora da Unidade, Juliana Preti Santiago, assim como pela 237ª Subseção de Guariba, na pessoa de seu Presidente, Dr. Renato César Fernandes.

A visita faz parte de uma agenda voltada ao sistema penitenciário regional, com vistas a criação de diálogos com as instituições, o real e próximo contato com a realidade prisional e o digno cumprimento de pena pelos detentos (as). A Penitenciária Feminina Guariba é uma unidade nova, com infraestrutura predial, equipada materialmente com biblioteca, posto de saúde, escola, automatizada, celas separadas para grávidas e mães, galpões de trabalho, entre outros espaços voltados a reeducação da dententa, todavia, com inúmeros problemas gerados pela insuficiência de servidores, sobretudo corpo clínico médico.

Representando a frente de Trabalho sobre o encarceramento feminino estiveram presentes as Doutoras Najila Ferraz, Gabriela Rodrigues, Jéssica Nozé, Caroline Sabbag Salotti , Cristiane Nascimento, Lara Matos Zulim e Eni Fernandes, não obstante contar com outras membras.